Blog da Orca

6 dicas para otimizar o consumo de gasolina do seu carro

Não é raro escutarmos a frase “mas como a gasolina está cara!”. Com o preço dos combustíveis nas alturas, o desejo de ter um carro mais econômico pode surgir como uma solução. Mas você sabia que você pode dirigir de maneira mais eficiente e melhorar o consumo do seu carro atual? Pensando nisso, preparamos 6 dicas para te ajudar a economizar a gasolina. Confira:

Acelere com progressividade

Algumas vezes acontece de o semáforo abrir lá vai mais um motorista acelerando forte, arrancando o carro quase que como em um grande prêmio de Fórmula 1. O problema dessa prática, além da segurança, é claro, é que o consumo de gasolina vai nas alturas. Entenda que para o motor do seu carro acelerar forte, ele precisa da ingestão de mais combustível. O segredo para melhor o consumo aqui, é acelerar de forma suave. O semáforo abriu? Arranque acelerando apenas o suficiente para o carro embalar e atingir a velocidade de cruzeiro desejada. Acelere progressivamente e não tudo de uma vez.

Antecipe a frenagem

É muito comum no trânsito a pessoa deixar para frear em cima da parada obrigatória, do congestionamento, do posto de gasolina etc. A nossa dica é: faça diferente! Antecipe seu movimento de parada ao perceber essa necessidade. Já alivie o acelerador mais cedo, reduzindo o consumo de combustível e, se possível, tire o pé do acelerador e deixe o carro seguir pela inércia. O mesmo vale para condução em rodovia. Se você perceber uma curva forte à frente, não chegue acelerando (consumindo combustível) até ela para frear em cima. Já alivie o acelerador mais cedo para o carro reduzir a velocidade e você entrar na curva sem precisar frear tanto.

Desça ladeiras com o câmbio engrenado

Nos carros atuais, ao tirar o pé do acelerador, o motor continuará girando pela inércia e, nesse momento, a central eletrônica perceberá que o motor não precisa de gasolina para continuar seu trabalho. Então, automaticamente a injeção eletrônica para de injetar combustível e seu consumo nesse período será praticamente zero. Agora, se você colocar em ponto morto, neutro, ou na “banguela”, as rodas não manterão o movimento de rotação do motor e a central terá de injetar combustível para que o carro não desligue. Resumindo: andar em ponto morto em descidas aumentará o seu consumo, além de ser inseguro.

Use as marchas adequadas

Utilizar a marcha adequada é fundamental para otimizar o consumo de combustível. O ideal é sempre manter a marcha mais alta possível, respeitando a faixa de força do seu carro. Está em uma estrada plana a 100 km/h? Utilize a última marcha do seu carro, em geral quinta ou sexta dependendo do modelo, para que ele ande com a rotação do motor mais baixa. Agora, andar em sexta marcha a 50km/h a praticamente 1000 rpms não é uma boa ideia. Você sentirá necessidade de força e poderá comprometer seu consumo. Perceba a marcha ideal para seu carro a cada velocidade. O câmbio é feito para te ajudar a explorar a força do motor. De forma geral, tente manter as rotações entre 2000 e 3000 rpms em velocidades de cruzeiro.

Se seu carro for automático, você não terá tanta preocupação. No entanto, fique atento para usar o câmbio no modo Drive. O modo “sport” e seus derivados mantêm as marchas em rotações mais altas, aumentando o consumo. Use esse modo somente quando necessário — em uma ultrapassagem, por exemplo.

Evite peso extra

Carregue o essencial. Quanto mais peso seu carro tiver de carregar, mais energia ele vai precisar para realizar a tarefa, ou seja, mais combustível. Não fique rodando com peso desnecessário no carro: ferramentas de trabalho ou livros da faculdade que quase parecem uma biblioteca. Leve somente o que você for realmente precisar.

Mantenha os pneus calibrados

As montadoras realizam diversos testes em cada modelo de carro vendido e identificam a pressão ideal para o pneu maximizar economia de combustível, além do seu conforto e segurança. Tudo ocorre porque um pneu murcho demais aumentará a superfície de contato com o solo, aumentando, também, o atrito de rolagem dos pneus. É como se o pneu ficasse pesado, grudando no asfalto mesmo em linha reta, o que é indesejável. É fácil perceber esse comportamento ao andar de bicicleta por exemplo. Com pneus murchos, você terá de esforçar mais. Portanto, calibre os pneus regularmente na pressão recomendada pelo seu fabricante. Em caso de dúvidas consulte o manual do proprietário ou consulte seu concessionário.

E você, tem alguma outra dica para compartilhar também? Escreva no espaço de comentários! Aproveite e veja algumas tecnologias que ajudarão na eficiência do seu carro!