Blog da Orca

6 erros para evitar na hora de comprar um carro seminovo

Comprar um carro seminovo é a melhor opção para muitos brasileiros. Isso porque esse tipo de veículo apresenta uma solução mais em conta que os novos, mas ainda com uma boa qualidade.

No entanto, para realizar um bom negócio, é preciso ter muito cuidado: a compra de um veículo é um grande investimento e requer planejamento.

Pensando nisso, resolvemos listar aqui os 6 erros mais cometidos pelos compradores e dicas para evitá-los. Fique atento!1. Não pesquisar a concessionária

Pesquise um pouco sobre as avaliações das concessionárias e pergunte para conhecidos que já compraram um carro seminovo. Peça opiniões e avalie cada caso individualmente: afinal, o que eles procuravam em um automóvel pode não ser o que você busca.

Após essa pesquisa inicial, vá até as concessionárias e converse com os vendedores. Essa avaliação pessoal e presencial é indispensável para escolher um lugar que faça você se sentir confortável e seguro.

2. Ficar ansioso

Quando chega a hora tão esperada de adquirir um carro, muitas pessoas ficam afoitas e querem logo fechar negócio para poder sair dirigindo seu mais novo bem. Porém, a compra de um carro é uma ação delicada, que exige calma e paciência.

Apesar da vontade de efetuar logo a compra, é preciso manter a ansiedade sob controle e avaliar muito bem o negócio. Respire fundo e lembre-se de que você estará investindo muito dinheiro ali, então, vale mais a pena esperar uns dias e realizar uma boa compra do que agir por impulso e se arrepender depois.

3. Não pedir ajuda

Se você é leigo no assunto, peça a ajuda de um profissional. Todo mundo conhece um mecânico de confiança ou, pelo menos, um amigo que entenda um pouco mais sobre automóveis.

Leve-o com você à concessionária e peça uma opinião sincera sobre o veículo que estiver considerando. Ele, com certeza, terá mais experiência para perceber certos defeitos não tão visíveis no carro, podendo lhe dar uma ideia sobre quanto você vai gastar para trocar as peças necessárias.

4. Não testar

Quando achar que escolheu o veículo ideal para você, peça à concessionária para fazer um test drive. Uma boa concessionária não vai negar.

É provável que um vendedor lhe acompanhe, mas não se sinta acanhado e rode o quanto precisar para que você (e, se possível, seu mecânico) sinta o carro e repare se há defeitos.

Teste, também, todos os itens do carro, como ar-condicionado, rádio, ajuste dos bancos, etc. Tenha certeza de que tudo funciona perfeitamente.

5. Escolher baseado apenas no design

Um erro muito comum na hora de comprar um carro seminovo é escolhê-lo apenas pela aparência. É normal querer comprar um carro por achá-lo bonito, contudo, há muitos outros fatores mais importantes que devem entrar em questão na hora de escolher.

Pense, primeiro, no uso do seu dia a dia. Analise se sua necessidade é de um carro para andar pouco na cidade ou para viajar, se é para você ou para toda a família. Tenha em mente se prefere conforto, potência ou economia e pesquise qual modelo suporta suas necessidades.

6. Não investigar

Hoje, existem alguns sites que conseguem verificar toda a precedência do carro, como quando foi comprado, quantos donos teve, a documentação, se sofreu acidentes etc.

Se possível, tente também conhecer o antigo dono. Saiba se ele cuidava bem ou não do carro, se fazia todas as manutenções em dia e se usava produtos de confiança.

Evitando esses erros, você terá ótimas chances de fazer um bom negócio na hora de comprar um carro seminovo. Mantenha sempre a calma e analise muito bem para não acabar tendo gastos desnecessários.

Após realizar a compra, é muito importante ter certeza de que está tudo funcionando perfeitamente. Que tal conhecer os principais itens que devem ser observados? Nos vemos no próximo post!