Blog da Orca

Álcool ou gasolina: qual o melhor para o seu carro?

Lançados a partir de 2003, os carros com motor flex foram uma grande surpresa para o mercado brasileiro. Eles geraram polêmica e conquistaram muitos motoristas que prezam pela possibilidade de economizar dinheiro com o combustível. No entanto, ainda há muitas dúvidas sobre o desempenho do motor.

No post de hoje, trouxemos informações importantes que vão esclarecer bem esse assunto. Afinal, qual oferece melhor custo-benefício e degrada menos peças: álcool ou gasolina? Acompanhe e entenda!

Pensando no bolso

É preciso levar em conta uma série de questões na hora de escolher qual o melhor combustível para o seu carro. Comecemos falando sobre economia. É importante verificar o valor de cada um, principalmente pelo fato de o álcool ter um consumo um pouco maior do que a gasolina no mesmo motor.

Os carros leves costumam consumir 30% a mais de álcool do que gasolina percorrendo o mesmo trajeto. Na hora de abastecer, faça uma conta simples: multiplique o valor do combustível  por 0,7. Se o resultado for maior do que o valor do álcool, vale a pena abastecer com ele. Se o resultado for menor, prefira a gasolina.

Manutenção e desgaste

Todos os fabricantes de carro com motor bicombustível garantem que não há diferença em desgastes de peças com álcool ou gasolina. Os problemas que podem ocorrer são derivados de manutenção precária e do uso de cada motorista.

No entanto, é preciso observar a qualidade dos dois quando for abastecer seu carro. Combustíveis adulterados podem fazer grande diferença no funcionamento do seu veículo e causar algumas dores de cabeça.

A recomendação de alguns fabricantes e mecânicos é que, para cada 5.000 km rodados com álcool, seja utilizado um tanque de gasolina. Isso acontece por conta de produtos que infelizmente ainda são utilizados em alguns postos: eles fazem com que o álcool produza uma espécie de “goma”, que pode entupir partes do motor.

A gasolina é capaz de dissolver essa goma, e alguns de seus resíduos podem ser dissolvidos pelo álcool. Portanto, a recomendação de intercalar o uso dos dois é válida para um bom funcionamento do seu motor e para manter as peças mais novas por mais tempo.

Consumo x potência

Quem possui carro com motor flex já deve ter percebido que nas descrições do abastecimento com etanol a potência do carro fica maior. Você sabe por quê? O álcool (ou etanol) suporta melhor melhor a taxa de compressão (relação entre entre a mistura de ar + combustível nos pistões do motor).

Analisando o motor de um Chevrolet Prisma 1.4, por exemplo, são gerados 89cv com gasolina e 97cv com o etanol. Uma diferença considerável para quem busca mais potência!

Álcool ou gasolina: a escolha é sua

É preciso levar em conta que o álcool é consumido, em média, 30% mais rápido do que a gasolina. Mais uma vez, a ideia de revezar entre gasolina e etanol se mostra como uma boa opção. Tudo depende de quanto você pretende gastar e da potência que deseja ter no seu veículo.

Essa opção de escolha é um grande benefício dos carros flex, mas você também pode otimizar o consumo de gasolina do seu veículo com algumas dicas simples para o dia a dia.

Quer aprender mais dicas para seu carro? Curta nossa página no Facebook e acompanhe nossos conteúdos!