Blog da Orca

Aprenda a cuidar do motor do seu carro em 5 passos

Ninguém gosta de ter que deixar o carro na concessionária para realizar algum reparo ou manutenção preventiva, mas nós gostamos menos ainda de sermos pegos de surpresa por algum problema no veículo, não é mesmo? É por isso que é necessário ficar de olho em todos os elementos do carro e, por incrível que pareça, o coração do carro muitas vezes é negligenciado: o motor. Você sabe o que fazer para que o motor do seu carro não pare antes da hora? Confira, no post de hoje, como cuidar do coração do seu veículo!

1- Manutenção e identificação de problemas

O melhor de tudo, tratando-se dos cuidados com o motor do seu carro, é que esse não requer cuidados muito complicados. Procedimentos simples garantirão que o seu veículo funcione com segurança e um bom desempenho.

Se mesmo assim os problemas aparecerem, eles também serão identificados facilmente. Normalmente, os indicativos de inconvenientes com o motor se apresentam por meio de ruídos estranhos no compartimento, fumaça preta expelida pelo cano de descarga ou pelo consumo anormal de óleo.

2- Atenção com as trocas de óleo

Fundamental no funcionamento do motor, o óleo é o responsável pela limpeza, pela refrigeração e pela lubrificação deste componente. O normal é que as trocas sejam realizadas entre 10.000 km e 15.000 km.

Mas existem diferenças quanto aos diferentes veículos, cabendo ao proprietário do veículo consultar o manual ou conversar com o mecânico de sua concessionária. O nível do óleo sempre deve ser verificado com o motor frio, com a frequência mínima quinzenal. Sempre que solicitar a verificação do nível, peça também para que as condições do filtro sejam observadas.

3- Manutenção das peças que compõem o motor

Esteja atento aos prazos recomendados pelo fabricante quanto à troca de componentes, como velas, filtro de ar e filtro de combustível, assim como em relação à manutenção dos bicos injetores. Além dos cuidados com a manutenção destes itens manterem o motor de seu veículo sempre bem conservado, trata-se de um grande auxílio para que ele consuma menos combustível. Não se esqueça de também manter o sistema de arrefecimento sempre com o nível de água adequado e procure utilizar aditivos próprios para compor o líquido de arrefecimento, o que auxilia na conservação dos componentes.

4- Cuidados com o abastecimento

Procure sempre os postos confiáveis e os combustíveis de qualidade no momento em que for abastecer o seu veículo. A diferença entre a gasolina comum e as chamadas Premium, recomendadas para os motores mais potentes, é a octanagem do combustível, ou seja, a capacidade energética que ela possui, melhorando sensivelmente a potência do motor. No caso das gasolinas chamadas aditivadas, a diferença é uma espécie de detergente no combustível que auxilia na limpeza dos bicos injetores, o que afasta a possibilidade de perda de potência ao longo do tempo.

5- Superaquecimento

Ao notar fumaça proveniente do capô ou a luz espia do painel indicar que o motor do seu veículo está superaquecido, procure imediatamente um local seguro para que o capô seja aberto e aguarde o motor esfriar, para que o nível da água seja conferido. Caso o nível esteja baixo, reabasteça o tanque direcionado a este fim.

O cuidado a ser tomado é jamais conduzir o veículo com o motor superaquecido. Isso traz danos irreparáveis!

Após passar por este tipo de inconveniente, leve o veículo para a concessionária, para verificar se não existe mais nenhum tipo de problema nos componentes do arrefecimento do motor. Procure manter as revisões periódicas em dia. Um motor bem cuidado é sinal de segurança e prazer ao dirigir o carro.

Ainda tem dúvidas sobre a manutenção do motor do seu veículo? Agende seu serviço pelo nosso site, é muito prático, clique aqui.

Acompanhe a Orca também pelas redes sociais Instagram e Facebook!