Telefones

Created by Susannanova from the Noun Project

Orca Gama

Quadra 01 Nº 940 Loja 02 - Setor Industrial - Em frente ao Corpo de Bombeiros

Orca Taguatinga

QS. 01 - Rua 212 - Lotes 21 St. de Concessionárias

Agendamento de serviços

(61) 4042-1391

Peças e acessórios

(61) 2106-6001

Vendas Especiais

(61) 2106-6010

Geral Concessionária

(61) 2106-6000

Home Blog

Blog Jorlan

Carro com cheiro de queimado: como detectar a origem do problema?

O veículo manifesta ao olfato diferentes sinais que servem de alerta. Leia o post para entender defeitos do carro com cheiro de queimado e outros odores.

RECONHECENDO DEFEITOS PELOS CHEIROS 
Sem dúvida, quando o veículo apresenta algum odor, é imprescindível investigar a origem do mesmo e entrar em contato com mecânicos de confiança. Afinal, ignorar o sinal pode gerar prejuízos financeiros maiores do que o necessário e até mesmo colocar a vida de quem está a bordo em risco. 
Além das situações em que há um carro com cheiro de queimado, os proprietários costumam chegar às oficinas relatando outros odores que estão diretamente ligados a defeitos nos sistemas. Entenda a seguir! 
 
CARRO COM CHEIRO DE QUEIMADO 
Antes de mais nada, é importante checar se o cheiro se manifesta na cabine ou fora do veículo. No primeiro caso, é possível que materiais da estrutura interna estejam sofrendo superaquecimento. É comum que isso aconteça com partes plásticas, como o painel, adesivos ou revestimentos com espuma. Provavelmente o carro ficou muito tempo exposto ao sol ocasionando o odor e, por isso, não há motivos para maiores preocupações. 
Por outro lado, quando o cheiro de queimado parece se manifestar de fora do automóvel, há as seguintes possibilidades: 
 
▪ O freio de mão está acionado com o carro em movimento - neste caso, basta destravá-lo totalmente; 
▪ Há vazamento de óleo - para confirmar se este é o problema, é necessário acionar um pedal de cada vez para observar a incidência do cheiro. Em caso positivo, provavelmente o defeito está nas pastilhas de freio ou na embreagem. 
 
Neste último caso, o cheiro pode ter a ver com a troca da marca do óleo. Ademais, o vazamento pode acontecer na embreagem e nas pastilhas alcançando partes sobreaquecidas, como o motor ou o escapamento. 
 
PROBLEMA NO CARBURADOR 
O carro com cheiro de queimado também pode denunciar danos nas válvulas internas, as quais provavelmente não estão exercendo pressão suficiente para enviar a fumaça de combustível para o escapamento. Consequentemente, o carburador deve ser trocado, já que é muito raro encontrar essas peças sozinhas à venda. 
 
CHEIRO DE GASOLINA QUEIMADA 
Outro sinal recorrente é o odor de combustível queimado que surge quando há problemas no sistema de exaustão. Logo, peças como o exaustor, o escapamento e o catalisador podem apresentar furos exigindo a troca imediata. 
 
CHEIRO DE BORRACHA QUEIMADA 
Inegavelmente, este odor aparece de forma mais intensa quando comparado aos demais. O carro pode estar com as correias de transmissão mal ajustadas ou as mangueiras estão entrando em atrito com as partes rotatórias. É exatamente por isso que o cheiro se manifesta somente quando o motor esquenta. 
 
“TAPETE QUEIMADO” 
Por mais estranho que possa parecer, a sensação de que há um tapete se queimando com o carro em movimento pode surgir. Tal odor serve como um alerta seríssimo de que os freios estão comprometidos, o que exige ajuda profissional imediata. 
 
Além do carro com cheiro de queimado, você aprendeu que outros odores também exigem atenção. Assim que notar um desses sinais, agende um horário na oficina da Orca com profissionais altamente capacitados. 
 
Conheça nossos perfis: Facebook e Instagram.

Compartilhe essa notícia

Voltar

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba em primeira mão as melhores ofertas!

Envie uma mensagem pra gente

Adicione nosso número

(61) 4000-1618

Adicionamos você também

(61) 2106-6000