Blog da Orca

Carros seminovos: 7 dicas para a hora de comprar o seu

Carros seminovos podem ser um ótimo negócio para você, que pode pagar mais barato do que pagaria na versão zero-quilômetro, pular para uma versão mais completa ou até para um segmento superior com um mesmo montante de dinheiro. Mas claro, é preciso tomar alguns cuidados para que essa compra traga apenas vantagens, livrando você de qualquer prejuízo causado por um carro que já foi usado por outro dono. Que tal conferir algumas dicas para o momento da compra do seu seminovo? Veja a seguir!

Suspeite dos carros seminovos

Por mais bonito e bem-cuidado que o carro possa parecer é sempre bom ficar com um pé atrás e tentar colocar a razão na frente da emoção. Se o carro apresenta uma quilometragem muito baixa no odômetro, o seu estado de conservação deve condizer com pouco uso. Então verifique com cuidado o estado de conservação, principalmente do interior. O volante está novo? A manopla de câmbio, os pedais de freio e o os bancos estão como novos? Se sim, ótimo sinal!

Por outro lado, um carro muito rodado com um estado de conservação exterior impecável pode indicar uma reforma mais intensa e troca de para-choques, por exemplo, que podem ser resultado de uma batida recente.

Verifique o manual de revisões

Todo carro possui um manual de revisões. Se o carro que você pretende comprar não possuir, atenção! O antigo proprietário, ou vendedor, pode tê-lo omitido devido à falta de revisões em dia, ou para não dar pista de que a quilometragem foi adulterada com carimbo de uma revisão que foi feita com quilometragem maior do que o odômetro realmente aponta. Se o carro estiver com todas as revisões em dia, ótimo sinal! Se a garantia ainda estiver em vigor, e feitas em concessionária autorizadas nos períodos certos, você poderá ainda usufruir da garantia do fabricante.

Analise o carro como um todo

Não fique com vergonha de olhar os mínimos detalhes do carro. Verifique os pneus e rodas, cada canto do para-choque, o porta-malas, ou caçamba. Dê a partida no motor e veja se ele liga com facilidade, preste atenção no som do motor e do escapamento. Se você notar alguma anomalia, é melhor pedir ajuda para um profissional. Lembre-se sempre de comparar o estado de conservação do carro com a quilometragem informada.

Teste todos os equipamentos

Tudo certo até então? Entre no carro e teste todos equipamentos: vire a chave e veja se todas as luzes do painel se apagam depois de certo tempo, se o ar-condicionado gela com facilidade, se o vidro elétrico funciona, se o teto solar funciona com suavidade, se o rádio toca músicas com boa qualidade, se os retrovisores elétricos funcionam. Teste todos os acessórios e opcionais que o carro tiver. Se algo estiver anormal, pesquise antes o valor do reparo para negociar no preço.

Conte com a ajuda de um mecânico

Procure por vazamentos no motor, na suspensão e nos freios. Encontrar óleo em algum ponto pode ser sinal de vazamento que pode ser simples de ser resolvido ou que pode ser um problema grave. Na dúvida, é melhor chamar um mecânico de confiança para te ajudar a avaliar o estado do carro como um todo. Dê umas voltas com o carro pela rua com o mecânico e observe se tudo funciona perfeitamente. Encare subidas e trafegue por pavimentação ruim a procura de ruídos.

Leve o carro a um funileiro de confiança

Um bom funileiro poderá te dizer, com uma breve análise, se aquele carro já foi repintado — o que pode indicar uma colisão — e se o serviço foi bem executado. Se ele disser que o carro não teve nenhum tipo de retoque, melhor ainda! Sinal de que o carro pode ser tão bom quanto você suspeitava!

Compre em locais renomados

Uma boa dica para comprar seu seminovo é ir em lojas grandes, de renome no mercado. As concessionárias costumam aceitar usados em bom estado de conservação quando um cliente vai comprar um novo na base da troca. Além disso, as grandes lojas são mais consolidadas e dificilmente vão fechar as portas e te deixar na mão em caso de algum problema detectado após a compra. Outra vantagem da compra nas concessionárias é a maior tranquilidade e certeza de que não sofrerá um golpe.

Um carro seminovo bem-cuidado e bem-comprado pode ser um ótimo negócio! Agora conte para nós, você prefere um seminovo mais barato ou um carro novo? Deixe o seu comentário!