Blog da Orca

Chevrolet Tracker: tudo o que você precisa saber sobre o modelo

Chega ao mercado mais um SUV: o Chevrolet Tracker 2018, que apresenta algumas mudanças e novidades em relação às versões anteriores.

O que chama a atenção nesse modelo é seu desempenho. O carro apresenta bons resultados tanto em perímetros urbanos quanto em rodovias, e a economia é um dos destaques da versão 2018.

Continue a leitura deste post e conheça um pouco mais sobre o modelo!

Chevrolet Tracker 2018 em duas versões

O mercado nacional conta com duas versões diferentes para o Chevrolet Tracker: a LT e a LTZ. Os dois modelos são equipados com câmbio automático, além de ar-condicionado manual, rack no teto, vidros elétricos, piloto automático e volante multifunção com regulagem de altura e profundidade.

A central multimídia é a segunda geração da MyLink2, com tela de 7 polegadas compatível com Android Auto e Apple CarPlay.

Além dessas características, a versão LTZ traz teto solar, bancos de couro, banco do carona rebatível, alerta de pontos cegos e tráfego cruzado, sensor de estacionamento, câmera de ré, partida sem chave, espelhos externos aquecidos e rodas de 18 polegadas.

Excelente desempenho

O novo modelo conta com motor flex 1.4 Ecotec Turbo 16V, com 153 cavalos. Ele embala rápido, mas de maneira progressiva. O câmbio — GF6 de terceira geração — apresenta relações e programação novas, que foram adequadas aos 4 cilindros turbo.

Com isso, as trocas de marcha acontecem no momento certo, sem esticar demais e forçar o motor. Para quem se preocupa com o conforto, é uma excelente opção.

O motor também garante melhor desempenho e eficiência, principalmente quando o assunto é economia de combustível. Esse fator, aliado à nova injeção elétrica do carro, potencializa a economia, apresentando números de consumo melhores quando comparados à sua versão anterior.

Design moderno e esportivo

O design do Chevrolet Tracker está ainda mais moderno, arrojado e esportivo. Na nova versão, o interior do SUV foi revisto e ajustado, disponibilizando um ótimo espaço.

Agora, a central multimídia MyLink fica mais para cima, com saídas de ar verticais aos lados. A cabine foi redesenhada, e no lugar do segundo porta-luvas do Tracker antigo, agora o painel ganhou uma faixa de couro.

As saídas de ar também foram contornadas por um cromado. Além disso, o painel ganhou mostradores analógicos para dar mais estilo aos instrumentos.

Do lado de fora, os faróis apresentam leds diurnos e projetor de bloco elíptico na versão LTZ. Os nichos dos faróis de neblina também estão maiores na versão 2018.

Economia em destaque

Para quem busca o melhor custo-benefício em um SUV, o novo Chevrolet Tracker pode ser uma ótima opção, já que é econômico tanto na manutenção — relativamente barata por conta de sua tecnologia japonesa — quanto no desempenho do motor.

Para potencializar a economia de combustível, as duas versões do carro contam com start-stop, sistema que desliga o motor em pequenas paradas. A única forma de evitar que o motor desligue é correndo a alavanca do câmbio para o modo manual.

Com isso, de acordo com os testes do Inmetro, o consumo médio de etanol fica entre 7,3km/l na cidade e 8,2km/l na estrada. Quando o combustível usado é a gasolina, os números vão para 10,6km/l urbanos e 11,7km/l rodoviários.

Gostou de conhecer mais sobre o Chevrolet Tracker 2018 e quer adquirir o seu? Veja aqui as nossas ofertas!