Blog da Orca

Como aumentar a durabilidade dos pneus

A boa dirigibilidade do veículo depende de diversos fatores, como as condições de rodagem da estrada e as habilidades do motorista, mas não é só isso. Para trafegar com segurança e conforto é indispensável estar atento aos pneus, pois eles são, entre outros componentes, os responsáveis pela estabilidade, pela absorção dos impactos e pelas frenagens.

Um desafio encontrado por muitos motoristas diz respeito às práticas a serem adotadas para aumentar a durabilidade de pneus. Por isso, separamos para você algumas dicas que lhe ajudarão a cuidar de uma das partes mais importantes do seu veículo e a evitar gastos desnecessários. Acompanhe!

Não descuide da manutenção

O veículo funciona de maneira integrada e os pneus estão diretamente conectados às peças da suspensão. Faça as revisões na concessionária de acordo com o manual do seu veículo para garantir o bom funcionamento dos amortecedores, coxins e bieletas, por exemplo. Quando uma peça da suspensão apresenta defeito, todo sistema fica comprometido, causando o desgaste prematuro dos pneus.

Para aumentar a durabilidade dos pneus também é muito importante manter o alinhamento e o balanceamento das rodas. Trafegar com as rodas desalinhadas ocasiona o desgaste irregular, sobrecarregando principalmente as extremidades. Além disso, não ignore quando o volante estiver “puxando” para o lado e não negligencie ruídos atípicos, pois eles podem indicar que alguma peça da suspensão não está legal.

Realizar a manutenção preventiva é uma ótima maneira de garantir a segurança e reduzir os custos com reparos.

Utilize a pressão correta

Verifique com frequência (se possível semanalmente) a calibragem dos pneus. Quando eles estão com pressão abaixo da recomendada o desgaste é acentuado, porque o atrito com o solo aumenta. Andar com pneu vazio também aumenta o consumo de combustível. Vale lembrar que as alterações climáticas afetam a pressão dos pneus, então, fique de olho.

Ao calibrar os pneus aproveite para checar a pressão do estepe e as tampinhas das válvulas de segurança (bicos). Elas evitam que o pneu perca pressão e que a sujeira se acumule naquela região. Caso necessário, substitua as tampinhas, já que com o passar do tempo elas ressecam e trincam — deixando de cumprir a sua função.

Faça o rodízio para aumentar a durabilidade de pneus

Os pneus se desgastam de modo desigual e uma maneira de uniformizar isso é realizando o rodízio. Ao trocar os pneus dianteiros pelos traseiros (e vice-versa), você garante que eles serão submetidos a condições semelhantes de uso (tração e frenagem, por exemplo) e terão a sua durabilidade prorrogada. Geralmente, o rodízio é realizado a cada 10 mil km rodados, mas vale a pena conferir no manual do seu veículo a recomendação do fabricante.

Dirija com atenção e suavidade

O modo como você conduz o carro é um fator determinante na vida útil dos pneus. Acelerações e freadas intensas elevam o desgaste. Escolha dirigir de modo suave, respeitando os limites do veículo e de velocidade — já que quanto maior for a velocidade menor será a durabilidade de pneus. Sempre que possível, evite os buracos e terrenos muito acidentados. Para transpor os obstáculos, reduza a velocidade e procure causar o mínimo de impacto nos pneus e na suspensão.

Evite a sobrecarga

Ultrapassar o limite de carga indicado pelo fabricante pode danificar a estrutura do pneu e acentuar o desgaste da banda de rodagem. Para não cometer esse erro e evitar acidentes e prejuízos, verifique na lateral do próprio pneu a capacidade de carga indicada pelo fabricante. Pneus com pressão inferior à recomendada e excesso de carga são mais suscetíveis a acidentes.

Agora que você já sabe o que fazer para aumentar a durabilidade de pneus, compartilhe o artigo em suas redes sociais para que a informação chegue a mais pessoas!