Blog da Orca

Como evitar o desgaste prematuro dos pneus do seu Chevrolet

Os pneus são peças fundamentais para a boa performance do carro. Não se trata apenas de sustentar todo o veículo e serem os responsáveis pela locomoção. A condição dos pneus influencia bastante na maneira do carro se mover e também na segurança dos ocupantes do carro.

Se os pneus estão muito cheios, o automóvel perde estabilidade; se estão muito vazios, a banda de borracha é consumida de maneira errada, além de diminuir o rendimento e aumentar o gasto de combustível. É importante saber como evitar o desgaste prematuro dos pneus do seu Chevrolet, por isso confira algumas dicas:

 

Não faça arrancadas bruscas

As saídas bruscas são feitas quando o motorista acelera o carro muito mais do que o necessário para romper com a inércia e iniciar o movimento. O alto giro no motor logo na iminência da partida faz com que os pneus sejam muitos exigidos, produzindo fumaça e fazendo aquele barulho característico das arrancadas.

Estes dois subprodutos da saída brusca (fumaça e ruído) são indicativos claros do esforço e desgaste da banda de borracha. O atrito intensificado pela força da arrancada faz com que muito mais borracha seja deteriorada no contato entre os pneus e o asfalto.

Evite este tipo de brincadeira, por mais cinematográfica que seja, ela não faz nada bem para a conservação do seu carro e ainda por cima é perigosa, afinal, o controle do carro nas arrancadas é reduzido e vai exigir muito mais experiência do condutor.

Em curvas muito fechadas é comum que o pneu também “cante” em caso de altas velocidades. A melhor maneira de conservar os pneus é evitando este tipo de comportamento, desacelerando o carro e fazendo a curva de maneira suave e segura.

Calibre corretamente

Muitos motoristas realizam a calibragem incorreta dos pneus por pura preguiça. Em vez de dar uma breve lida no manual do seu carro, existem aqueles que pedem o famoso “28 libras”, uma calibragem mediana que dificilmente compromete o carro, mas que, em muitas vezes, não resolve os problemas.

É preciso realizar a calibragem de acordo com as especificações da Chevrolet para cada modelo, afinal, existem diferenças substanciais entre os modelos. Lembre-se de que pneus dianteiros requerem mais pressão do que os traseiros e que o peso do carro e a carga influenciam diretamente na quantidade de ar necessária.

Opte por vias bem pavimentadas

O que não faltam no país são ruas e rodovias cheias de buracos, capazes de deixar os motoristas em grandes enrascadas. Por mais que seja difícil evitá-los, sempre que possível, opte por transitar em vias bem pavimentadas, aquele corta-caminho por uma rua esburacada pode custar mais do que a economia de alguns minutos na sua vida. Por isso pense bem antes de colocar o carro em ruas muito danificadas.

Evite carregar carga pesada

Cargas muito pesadas comprometem os pneus, pois aumentam a superfície de contato da banda de borracha com o asfalto, além de causarem problemas de suspensão e balanceamento. Evite carregar cargas exorbitantes ou que fujam da capacidade máxima do seu veículo. Este tipo de atitude faz com que o gasto nos pneus e outras peças seja mais intenso.

Fique de olho nos freios

Freadas bruscas consumirão borracha com mais intensidade, principalmente quando o carro não é equipado com freios ABS. Evite deixar a frenagem para a última hora e dirija com sempre cuidado.

Você conhece mais alguma dica de como evitar o desgaste prematuro dos pneus? Então conte para nós nos comentários e aproveite para conhecer um pouco mais sobre seu Chevrolet e aprenda a evitar o desgaste da embreagem do seu veículo!