Blog da Orca

Como identificar problemas na suspensão e amortecedores do carro?

Quando há problemas na suspensão do carro, logo que identificado, o defeito deve ser corrigido para garantir segurança e boa dirigibilidade. A suspensão é responsável por manter o pneu em contato com o solo, principalmente nos terrenos irregulares, garantindo a estabilidade das quatro rodas e absorvendo os impactos.

Realizar a manutenção preventiva é indispensável para detectar possíveis problemas no sistema de suspensão e em outros itens do carro. Evitar o surgimento de problemas poupará diversos transtornos e poderá evitar gstos com a troca de peças quebradas e reparos.

Mas você também pode descobrir se há algo de errado na suspensão do seu carro observando alguns sinais importantes. Quer saber quais são? Então continue com a gente!

Como identificar problemas na suspensão do carro

Falaremos sobre alguns sinais que o carro poderá demonstrar quando o sistema de suspensão apresentar algum problema, mas isso não exclui a necessidade de uma avaliação técnica. Caso seu veículo apresente alguns desses sintomas, busque o diagnóstico de um mecânico!

Falta de estabilidade

Redução da aderência do veículo ao solo, provocando falta de estabilidade e dificuldade de controle de direção, é um sinal de desgaste dos amortecedores. O problema pode se agravar em terrenos molhados, causando aquaplanagens — o que aumenta consideravelmente as chances de acidentes.

Pode acontecer também do condutor ter dificuldades nas curvas, sentindo que o carro está “fugindo” ou que a traseira derrapa ao tentar corrigir a direção. Rajadas de ventos que estremecem o veículo, ou a sensação de que o carro está inclinado para um dos lados, são sinais de que a estabilidade está comprometida.

Barulhos e solavancos

Ruídos em excesso nunca são um bom sinal, sendo eles rangidos, sons metálicos ou os solavancos. Esses são indícios muito comuns de problemas no sistema de suspensão do carro, que podem ficar ainda mais acentuados quando o veículo passa por lombadas, depressões ou estradas acidentadas.

Muitos relacionam os barulhos a problemas no amortecedor, porém essa é uma peça hidráulica e, geralmente, não apresenta barulhos metálicos. Os sons estão relacionados a problemas em outros itens da suspensão. Por isso, fique atento quando levar seu carro ao mecânico.

Aumento na distância da frenagem

Em uma velocidade de 60 km/h, pode-se aumentar até 1,8m a distância de frenagem se o amortecedor estiver desgastado — a distância aumenta conforme a velocidade do carro. Este aumento no tempo de resposta é muito significativo e pode acarretar sérias consequências.

Mais uma vez, percebe-se a importância de realizar a manutenção preventiva, pois a vida útil do amortecedor gira em torno de 10.000 km (varia de acordo com as condições de uso do veículo).

Pneus pulando ou danificados

As molas são controladas pelo amortecedor, que regula o contato dos pneus com o solo. Quando estão desgastadas provocam pulos intensos no veículo, comprometendo a dirigibilidade do carro, causando deformações nos pneus — principalmente na banda de rodagem. O desgaste incorreto independe da marca ou tipo de pneu, pois o problema não está neles.

Quem pretende rebaixar o possante precisa ficar atento na hora de escolher a empresa que fará o serviço para não ter problemas na suspensão do carro — que não deve ser alterada. Rebaixados ou não, os cuidados com a suspensão não devem ser esquecidos, veja as dicas para cuidar da suspensão de seu carro e não passar por sufoco!