Blog da Orca

Conheça as 6 curiosidades do uso da fibra de carbono nos automóveis

A fibra de carbono está ganhando cada vez mais espaço na produção de diversos itens, como bicicletas, celulares e eletrodomésticos (além dos aviões, é claro). A busca por alternativas que consideram a redução da poluição e a preservação do meio ambiente já é uma realidade em grande parte da indústria, principalmente no setor automobilístico.

Descubra agora por que ela representa uma das tecnologias de ponta e o futuro desse setor, mas, antes, entenda melhor o que é a fibra de carbono.

1. A fibra de carbono

A fibra é um material sintético produzido a partir dos átomos do elemento químico carbono e de outros materiais, como a resina, utilizada para unir as partículas e conferir estabilidade e sustentação às placas fabricadas. Sua produção ocorre em altas temperaturas para que o carbono possa ser extraído, o hidrogênio removido e o oxigênio adicionado.

Em princípio, a fibra de carbono se assemelha a um tecido flexível e ainda não possui a dureza, a forma e a resistência desejadas. Após o processo de fabricação, a fibra de carbono é colocada em formas que fornecerão a ela o aspecto pretendido (emblemas, painéis, portas e acabamentos, por exemplo).

Funciona assim: as placas são empilhadas dentro de um molde e inseridas na autoclave (grande forno metálico com formato cilíndrico capaz de atingir alta temperatura e pressão). Após algum tempo, elas assumem o formato pretendido e já podem ser removidas. Daí em diante inicia-se a fase de acabamento.

Agora que você já sabe o que é e como é produzida, vamos aos motivos pelos quais a fibra de carbono é tendência no setor automobilístico.

2. Alta performance e segurança

A fibra de carbono já é amplamente utilizada nos carros da Fórmula 1, pois permite que os modelos alcancem a maior velocidade possível sem comprometer a dirigibilidade nas curvas e a segurança dos pilotos em caso de colisões ou incêndios.

Assim, o chassi fabricado em fibra de carbono, além de mais leve, apresenta resistência superior à do alumínio e de outros materiais, assim como é capaz de melhorar o comportamento dinâmico geral do carro por meio da distribuição ideal das massas.

3. Redução do consumo de combustível

Um automóvel cuja carroceria utiliza a fibra de carbono no lugar do aço ou do alumínio apresenta uma redução bastante significativa no consumo de combustível. Então, quanto mais leve for o veículo, menor será o gasto energético necessário para iniciar e manter o seu deslocamento.

A melhoria da relação entre o peso e a potência significa também diminuir a emissão de poluentes e isso é muito importante, afinal, são milhares de possantes circulando todos os dias pelas cidades.

4. Rapidez na produção e facilidade no transporte

O desenvolvimento de diversas tecnologias tem proporcionado a otimização da produção da fibra de carbono e a redução de possíveis inconvenientes durante sua fabricação, como as deformações que o material pode sofrer ao ser manuseado na presença de ar.

Atualmente, além de painéis, capôs e portas, a produção de automóveis em larga escala cuja carroceria é completamente de fibra de carbono já é possível. Sua leveza facilita a montagem e o transporte das peças e, consequentemente, acelera o processo de construção e entrega dos veículos.

5. Durabilidade superior à dos metais

A fibra de carbono apresenta propriedades mecânicas similares ao aço, entretanto, tem maior durabilidade por pelo menos dois motivos. O primeiro deles é que sua resistência a impactos é 10 vezes superior à do aço comum (além de ser 75% mais leve).

O segundo diz respeito à oxidação, à corrosão e à ferrugem. A maioria dos outros metais sofre deteriorações ao longo do tempo, principalmente em contato com água ou com outros líquidos. Isso não acontece com a fibra de carbono.

6. Designs avançados

O carbono é praticamente “um fio” e isso faz toda diferença. As placas podem ser moldadas com maior facilidade, o que permite tanto um acabamento excepcional quanto a construção de carros muito atraentes do ponto de vista estético. Afinal, um automóvel, além de eficiente, deve ser belo, não é mesmo?

Descobriu por que a fibra de carbono apresenta diversas vantagens quando aplicada aos automóveis? Que tal obter agora outras dicas para otimizar o consumo de combustível do seu carro?