Blog da Orca

Cuidados com a direção em períodos chuvosos

As chuvas nunca foram tão bem-vindas no Brasil quanto neste 2015. Afinal, com os reservatórios baixos, as águas são essenciais para o retorno aos bons níveis para abastecimento. Mas as chuvas trazem também preocupação para o trânsito, seja nas rodovias, seja nas cidades.

O risco de acidentes aumenta em até 30% quando se dirige sob chuva, segundo a Polícia Rodoviária Federal. Como o controle do carro fica mais complicado na pista molhada, a chance de um acidente múltiplo, com vários veículos envolvidos, também aumenta.

Por isso, dirigir sob chuva requer cuidados extras e mais perícia do motorista. A pista se torna mais escorregadia, a visibilidade diminuiu e a possibilidade de manobra fica reduzida, com maiores riscos. Antes de dirigir na chuva, você precisa conferir se o carro está em condições de tráfego. O que deve ser checado:

  • Pneus devem ter as ranhuras, pois os lisos facilitam as derrapagens;
  • Limpadores de para-brisa devem apresentar palhetas em boas condições;
  • Faróis. Todos devem estar com as lâmpadas funcionando.

Portanto, é preciso ter cuidado! Confira, agora, algumas dicas para você dirigir com segurança na pista molhada. Elas valem tanto para quem está dirigindo em estrada como em cidades:

As primeiras ações

Assim que começar a chover, você já deve tomar algumas precauções, portanto, reduza a velocidade. O óleo presente na pista é liberado pelos primeiros pingos, o que aumenta a possibilidade de derrapar. Além disso, na chuva, os pneus ficam menos aderentes ao pavimento, o que aumenta o tempo de freagem — isso faz com que os riscos de uma batida no carro da frente aumentem

Ligue os limpadores de para-brisa, mesmo se a chuva não for muito forte. Eles ajudam a melhorar a visibilidade comprometida pela água. Além, disso, feche os vidros e ligue o ar-condicionado. Se o seu carro não tiver o aparelho, deixe uma fresta da janela aberta, para evitar o embaçamento. Preste atenção no vidro traseiro e ligue o desembaçador sempre que necessário.

Cuidado com poças d’água. Elas podem esconder buracos, que danificam pneus e suspensão.

Se a chuva estiver forte

As chances de aquaplanagem aumentam devido ao acúmulo de água nos desníveis da pista. Os pneus perdem contato com o solo e o motorista fica sem controle do carro. Quando isso acontecer, tire o pé do acelerador e não freie. Segure firme o volante até os pneus voltarem a ter aderência.

Acenda o farol baixo ou de neblina, para melhorar a visibilidade e fazer com que seu carro seja visto por outros.

Tente trafegar pelas pistas centrais, que são mais altas. Assim, você consegue escapar de poças de água e diminui a chance de uma aquaplanagem.

Evite ultrapassagens e freadas bruscas. A chuva dificulta a direção para todos os motoristas. Quanto menor o risco a ser oferecido, mais tranquila será sua viagem.

O que não deve ser feito

  • Nunca ligue o pisca-alerta. Ele só deve ser usado no acostamento;
  • Nunca dirija com velocidade abaixo do mínimo permitido, de acordo com as condições da pista — segundo o Código de Trânsito Brasileiro, a velocidade mínima corresponde à metade da máxima permitida no trecho
  • Não trafegue pelo acostamento. Se tiver que parar por pane ou problema de segurança, ligue o pisca-alerta

Se você enfrentar um alagamento ou chuva de granizo

No caso de enchente, não há muito o que ser feito. O melhor é sair do veículo assim que a água atingir a parte inferior da porta. Se você permanecer no carro, ele boiará. Além disso, quando a água subir mais, ficará mais difícil para você deixar o veículo, pois a porta terá mais resistência.

Já na situação de granizo, a melhor opção é estacionar em local seguro e esperar que a chuva pare.

E então, você ficou com alguma dúvida sobre que cuidados tomar com a direção em períodos chuvosos? Escreva para nós através dos comentários!