Blog da Orca

Entenda como usar o freio de mão da forma correta e evitar desgastes

Todo condutor — independentemente do nível de experiência que tenha com um veículo — sabe que a função básica do freio de mão é a de manter o carro parado quando estacionado e que, por isso, também é conhecido como freio de estacionamento. Porém, esta não é sua única função e isso causa dúvidas em muitos motoristas: como usar o freio de mão corretamente?

Como em qualquer outra peça do carro, seu uso incorreto pode acarretar problemas de mau funcionamento e atrapalhar a dirigibilidade e a segurança no trânsito. Por isso, conheça agora um pouco mais sobre o freio de mão e como usá-lo corretamente para evitar desgastes prematuros.

Como o freio de mão funciona?

De extrema importância para a segurança do condutor, passageiros e pedestres, o freio de mão — que é acionado através da alavanca localizada geralmente entre os bancos da frente do carro — faz com que o cabo de aço que forma o freio em si pressione as lonas do freio traseiro contra as rodas e cause o seu travamento.

Para garantir que o freio de mão funcione corretamente sempre que for acionado, além dos cuidados básicos que precisam ser tomados, é preciso fazer revisões no sistema a cada 15 mil quilômetros rodados e ficar atento à luz de freio do painel — que não deve ficar acessa quando o carro estiver em movimento. Em caso de dúvidas procure seu mecânico de confiança.

Como usar o freio de mão corretamente?

O freio de mão deve ser utilizado para arrancadas em subidas, pois seu uso não prejudica o veículo — ao contrário do que acontece quando se usa a embreagem para fazer o controle do carro. Nestas situações, o condutor deve baixar a alavanca quando for sair com o carro ao mesmo tempo em que tira o pé da embreagem e acelera.

Já em descidas, o freio do pé é utilizado para controlar o carro, pois o freio de mão aciona o travamento das rodas traseiras e nas decidas pode fazer com que o carro derrape e perca o controle. É claro que estamos tratando do assunto de modo geral para situações corriqueiras, já que veículos com cargas muito pesadas e mal distribuídas em determinadas situações utilizam o freio de mão.

Quais procedimentos devo evitar?

O primeiro e mais básico é o de apenas acionar o freio de mão com o carro parado. Quando isso não ocorre, os pneus e todo o sistema de freios correm risco de sofrerem danos. É preciso atenção constante para não sair com o carro com o freio de mão puxado e também verificar sempre se a alavanca foi acionada até o fim antes de sair do veículo.

O recomendado é puxar a alavanca com suavidade, pois o excesso de força pode estrangular o cabo e com o tempo dificultar o acionamento do freio — o que prejudica sua eficiência. O botão de acionamento só deve ser utilizado para o destravamento do freio, uma vez que pressioná-lo enquanto puxa a alavanca também danifica o sistema.

Realmente saber como usar o freio de mão trará maior segurança e menos desgastes desnecessários em seu veículo. Mas, ele não é o único item que merece e precisa de atenção, já que todo o sistema de freio deve ser mantido em boas condições.

Gostou do conteúdo desse post? Então aproveite para descobrir a hora certa de trocar o fluido de freio do seu carro!