Blog da Orca

Sem mistério: entenda como funcionam os sistemas de partida a frio

Já precisou sair correndo de casa devido a atraso ou qualquer tipo de emergência em um dia frio e seu carro não funcionou? Você sabe por que isso acontece? Possivelmente o combustível utilizado em seu veículo seja apenas etanol ou por que você possua um carro com sistema flex.

Neste artigo, falaremos sobre o sistema de partida a frio e quais cuidados você deverá ter com o combustível que utilizará e também sobre a importância na manutenção preventiva de seus componentes.

O que é o sistema de partida a frio?

É um sistema criado como auxiliar de partida para que veículos, em dias mais frios, consigam funcionar sem problemas. Carros que abasteçam apenas etanol ou que sejam flex possuem certa dificuldade em dias em que a temperatura esteja abaixo de 15°C.

O combustível vegetal não possui boa resposta de queima em baixa temperatura, condensando e deixando de se misturar ao ar no momento da queima com a gasolina (nebulização). Por isso, a importância de um sistema de partida a frio em veículos que rodam com etanol.

Como ele funciona?

Havendo a dificuldade na ignição de seu carro, acione o botão do sistema para que o mesmo libere a gasolina contida no reservatório e ocasione a primeira combustão do motor que se encontra frio.

Seu funcionamento é bem simples, pois no momento em que é acionado, a bomba responsável pela abertura da passagem da gasolina envia o combustível para câmara de combustão, onde ocorre a mistura de ar e combustível responsáveis pela movimentação do motor.

Todos os carros precisam usá-lo?

Não. Hoje em dia, as montadoras optam por lançar veículos com sistema flex devido à necessidade de cada país ou região.

Em meados da década de 70, com o surgimento dos primeiros veículos movidos a etanol em nosso país, também houve a necessidade de criar um auxiliar de partida devido às baixas temperaturas e a dificuldade que o etanol apresentava para queima. De lá para cá muita coisa evoluiu, porém sua funcionalidade permaneceu a mesma.

Qual combustível devo usar?

Como você tem acompanhado neste artigo, o etanol não é indicado para este funcionamento. Gasolina comum também possui uma vida útil curta podendo causar danos nas peças do sistema e até mesmo danificar o bico injetor.

Utilize gasolina aditivada, devido à sua maior durabilidade, e nunca encha o reservatório até seu limite máximo. Mesmo tendo uma vida útil maior que a comum, caso este produto não seja de boa qualidade, você poderá comprometer todo sistema de combustão de seu carro. Fique atento à qualidade do combustível!

Quais cuidados devo ter?

Por ser um componente que não é utilizado sempre pelo condutor, o reservatório de gasolina do sistema de partida a frio acaba sendo negligenciado e esquecido. Há uma necessidade em realizar sua manutenção preventiva para evitar desgastes, rachaduras ou perda de combustível.

Ao verificar os níveis de óleo e água diariamente, é indicado que visualize o reservatório de gasolina para que o mesmo não venha a envelhecer e perder sua validade. Lembrando que há uma mistura química ali, caso estrague dentro do reservatório, o mesmo trará problemas para outros componentes.

Lembre-se de verificar sempre o manual do veículo antes de realizar manutenções e para saber sobre os cuidados necessários que o proprietário deve ter com seu carro.

Este artigo ajudou a entender mais sobre a partida a frio? Compartilhe nas redes sociais com os seus amigos!