Blog da Orca

Viaja muito? Confira qual o melhor combustível para o carro

Você viaja muito? Seja a trabalho ou por lazer, é natural que procuremos fazer o trajeto da maneira mais econômica possível quando vamos de carro, afinal, os combustíveis estão com preços cada dia mais altos. Em veículos que utilizam somente um combustível não temos tanta opção de escolha — algumas podem ser, talvez, os aditivos a mais, ou uma octanagem maior — mas e se seu carro, como a maioria dos veículos produzidos no Brasil, for bicombustível, os chamados flex? Qual o melhor combustível para utilizar? Continue com a leitura e saiba mais:

Consumo na estrada e na cidade

Quem viaja muito sabe que, geralmente, o consumo em estradas ou rodovias costuma ser melhor que o consumo na cidade, quando se utiliza um mesmo combustível. Na estrada, conseguimos desenvolver velocidades maiores e utilizar de marchas mais altas, como quinta ou sexta marcha dependendo do carro — e com velocidade praticamente constante e mantendo o giro do motor mais baixo.

Além disso, não precisamos ficar no “anda-e-para” das cidades, acelerando a todo momento e parando o veículo em cada sinal, o que privilegia e muito a economia. Mas ainda temos que escolher o combustível. Qual o melhor para estrada?

Etanol e gasolina: diferenças

Os carros flex normalmente são movidos a etanol, ou álcool como muitos dizem, e também à gasolina. Esses veículos podem utilizar 100% de gasolina, 100% de etanol ou mistura em qualquer proporção dos dois. Qual escolher? Cada um deles possui vantagens e desvantagens. No caso do etanol ganha-se em preço geralmente menor que a gasolina, em sustentabilidade — já que este é um combustível de origem vegetal, normalmente derivado da cana-de-açúcar no Brasil.

Por fim, é também vantajoso em termos de potência, como é o caso do Chevrolet Cruze, por exemplo, com 144 cv quando abastecido com etanol e 140 cv com gasolina. Já o torque é de 17,8 kgfm, e 18,9 kgfm respectivamente, ou seja, o carro possui melhor performance com etanol, característica muito desejada para viagens. Já o uso da gasolina trás benefícios em termos de autonomia, ou seja, consegue-se rodar maiores distâncias com uma mesma quantidade em litros quando comparado ao etanol.

Como escolher entre etanol e gasolina

Quando abastecido com etanol, um carro percorre uma distância 70% menor, em média, do que quando utiliza-se gasolina. Para saber qual a opção mais vantajosa em termos de custo na hora de completar o tanque, basta multiplicar o valor da gasolina por 0,7 e comparar diretamente o resultado: se o valor encontrado for menor que o preço do etanol, abasteça com gasolina; se for maior, abasteça com o álcool.

Outra conta simples é dividir o preço do etanol pelo preço da gasolina. Caso o resultado da divisão seja maior que 0,70 utilize gasolina; se for menor, abasteça com etanol. Tenha em mente, no entanto, que em uma viagem pode-se percorrer maiores distâncias e um tanque de etanol pode não ser suficiente para cumprir o trajeto, sendo necessário abastecer novamente pelo caminho. Com a gasolina, entretanto, pode ser possível dispensar os postos nas rodovias, afinal combustíveis nas estradas costumam custar mais caro. O ideal é saber distância a ser percorrida, se é possível cumprir o trajeto com um único tanque de combustível e qual o preço dos combustíveis na cidade de origem e destino, bem como os preços ao longo das rodovias.

Faça as contas

Para quem viaja muito, o melhor jeito de economizar é fazer testes e anotá-los em uma planilha. Existem, inclusive, aplicativos para smartphones Android e IOS que ajudam em tempo real a armazenar informações, como o Carango, que permite a você inserir, durante o abastecimento, todas as informações no celular. Experimente utilizar três tanques puramente com gasolina, anotando as distâncias e quantidade de combustível em litros utilizada, bem como o preço por litro. Repita o processo com três tanques de etanol e anote novamente. Depois, é só analisar qual é, de fato, o mais econômico. Quanto menor o custo por quilômetro rodado, melhor.

Não se esqueça, também, de observar a diferença de potência entre os dois combustíveis. Talvez seja insignificante para seu trajeto, principalmente se ele for por vias largas e planas. Agora, se seu trajeto for acidentado, ou em pistas simples com muitas ultrapassagens, é provável que utilizar etanol possa garantir mais conforto ao dirigir e segurança para trafegar. Não existe uma escolha certa. Experimente, faça as contas, e decida qual o melhor combustível para você e seu carro!

E então, qual dos combustíveis você vem utilizando atualmente? As suas escolhas têm sido econômicas e eficientes? Compartilhe através do espaço de comentários!